sexta-feira, 18 de maio de 2012

90 - O Profissional (Léon) – França (1994)



Direção: Luc Besson
Roteiro: Luc Besson
Policiais corruptos invadem casa de traficante e o matam, junto com toda a sua família. A única sobrevivente é uma adolescente, que agora quer vingança. Ela buscará ajuda em seu vizinho, Léon, um matador profissional.


É impressionante a capacidade que o cinema tem de persuadir o espectador, fazendo, inclusive, com que ele se afeiçoe a um personagem que é um matador profissional e ainda possui uma leve – ainda que ingênua e controlável – tendência à pedofilia.

O Profissional é absurdo. É ilegal, imoral, mas não engorda.

A receita de personagens excêntricos com um roteiro envolvente deu muito certo. Para quem gosta de filmes de ação, é um prato cheio. Para quem gosta de drama, também. Comédia, um pouco. Mas, para quem gosta, simplesmente, de um bom filme, é uma ótima opção.

Sem falar que é embasbacante a atuação de Natalie Portman, na época com 13 anos. Eu nunca vi uma atriz mirim ter tanta propriedade sobre o seu personagem como ela, na pele da aspirante a assassina, Mathilda.


Minha nota: 8,6
IMDB:  8,6
MelhoresFilmes: 7,6

Download:

5 comentários:

  1. A Natalie Portman sempre foi uma promessa no cinema até porque começou a atuar ainda muito jovem . Francamente eu só prestei atenção em Natalie depois do filme Star Wars: Episode II - Attack of the Clones porque foi um filme mundialmente divulgado. Acho que cada filme tem sua importância e León tem seu lugar garantido na filmografia de Natalie . abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e eu confesso que eu nunca tinha prestado muita atenção nela... mas depois de Léon, meus olhos vão ficar mais atentos nos próximos filmes dela...
      abraço!

      Excluir
  2. Pesquiso por filmes online há muitos anos, e nunca deixei um comentário; eis minha primeira vez. Devo dizer: nunca vi um blog tão bem conduzido. Lamentavelmente, tal condução é manifestamente ideológica. É por iniciativas como esta que a arte (nesse caso, o cinema) precisa sempre espernear para se livrar do cárcere político ao qual o engajamento esquerdopata a condena há décadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, tudo é política. Do pão que você compra na padaria ao filme que passa no cinema perto de você. Aliás, existir ou não cinemas e recursos para se produzir filmes também passa pela política.
      Eu, enquanto ser humano, tenho minhas ideologias, que obviamente influenciarão a minha vida, o meu trabalho, as minhas relações pessoais, o blog.... Você também é político e seu comentário também está carregado com as ideologias que você possui. A vida é assim, meu velho, ou a gente aprende a conviver respeitosamente com as nossas diferenças ideológicas que se manifestam em todas as nossas ações, ou fracassaremos enquanto humanidade.

      No mais, obrigado pelo elogio à condução do blog.

      abraço,
      Alex

      Excluir