Postagem em destaque

Colabore com o 366filmesdeaz

O 366filmesdeaz está pedindo a colaboração de vocês para dar seguimento ao blog. Como vocês devem ter percebido, nos últimos tempos tem f...

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

241 - Moolaadé (idem) – Senegal (2004)



Direção: Ousmane Sembene
Roteiro: Ousmane Sembene
Drama produzido no Senegal que discute a prática nativa da circuncisão feminina. A história gira em torno de seis jovens que escapam da tradicional cerimônia em sua tribo. Duas delas vão para a cidade, enquanto outras quatro são protegidas pela esposa de um chefe da tribo.

O filme é praticamente um manifesto pela emancipação da mulher, diante de uma tribo africana dominada por uma cultura machista e conservadora. O cúmulo de suas tradições é a obrigação que a mulher tem que cumprir ainda na infância, que é passar pelo ritual de “purificação”. Ele consiste em mutilar o clitóris, para anular a possibilidade de prazer sexual feminino. A justifica está em supostas leis muçulmanas, apesar de a religião não reconhecer tal prática como um ato religioso.
Em Moolaadé, é apresentado um panorama sobre o conservadorismo que dificulta a mudança de visão dos homens. A idéia de que tradições não podem ser quebradas, que o poder de decisão é dos homens e que o conhecimento (via rádio ou TV) corrompe a sociedade, só afunda a tribo em um conhecimento imutável e defasado, o que também equivale à ignorância e atraso.
A boa notícia é que, segundo um relatório recente da ONU, mais de 2000 comunidades já abandonaram esse ritual de mutilação, com alguns países e líderes muçulmanos engajados na luta para proibir e coibir tal prática.
Moolaadé, além de tocar em assunto extremamente importante, é feito com uma boa qualidade de imagem e com um roteiro interessante, capaz de aproximar o espectador das características culturais e habituais da comunidade representada. Sem dúvida, o filme acresce mais um ponto à filmografia africana.


Minha Nota: 7,2
IMDB: 7,5
ePipoca: -

Sugestão: A Noite da Verdade

Download:

3 comentários:

  1. Toda cultura, mesmo que nos incomoda, precisa ser resgatada e conhecida.

    A pressão que a mulher sofre em alguns lugares eu adoro conhecer o contexto histórico.

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Caríssimo,
    Mais um lote de boas sugestões. Estou baixando este que desconhecia e o tema não podia ser mais atual. Espero ainda ter condição.
    Agradecido.
    Saudações cinéfilas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste. É um belo filme, de um grande diretor.
      forte abraço,
      Az

      Excluir