quarta-feira, 10 de outubro de 2012

245 - Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (idem) – Brasil (2012)



Direção: Beto Brant; Renato Ciasca
Roteiro: Beto Brant; Renato Ciasca; Marçal Aquino
Um triângulo amoroso envolve um fotógrafo de passagem pelo interior da Amazônia, a bela e instável Lavínia e seu marido, o pastor Ernani, que acredita ser possível consertar as contradições do mundo. Três vértices de uma paixão incandescente em meio à natureza ameaçada pela devastação.

O filme tem uma fotografia maravilhosa.
Não, não estou me referindo às fotografias tiradas da personagem de Camila Pitanga que, aliás... bem, melhor deixar pra lá.
Voltando ao filme. A Amazônia é apresentada ao espectador de uma forma pouco freqüente no cinema nacional. Em determinados momentos o filme é quase documental, com planos abertos que, de cima para baixo mostram a quantas anda a nossa floresta. Em uns, a beleza é de deslumbrar os olhos, em outros momentos, a devastação promovida por madeireiros e agropecuários são de entristecer. Também há uma seqüência onde um dos moradores indígenas se reúne com a comunidade para discutir a situação deles e atualizá-los sobre possíveis leis governamentais – tal registro, se não foi real, documental, foi muito bem representado.
E, enquanto a Amazônia, com suas belezas e contradições é mostrada, uma trama interessante é desenvolvida paralelamente. Um triângulo amoroso é posto, onde o amor trava uma grande batalha contra a moral e os dilemas pessoais de cada um.
Eu receberia é uma daquelas produções que só fazem acrescentar ao cinema nacional.


Minha Nota: 7,6
IMDB: 6,4
ePipoca: 7,8

Sugestão: Bye Bye Brasil

Download:

Torrent (zippyshare)

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Tenta agora pelo link do zippyshare.
      abraço!

      Excluir
  2. Puxa, os arquivos estão indisponíveis em ambos servidores...
    Ahhh, aproveito para lhe parabenizar pelo blog, é excelente! Sugiro que pesquise o diretor pernambucano Cláudio Assis (Amarelo Manga, Baixio das Bestas e Febre do Rato), o cara é um poeta da transgressão! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivan,
      Atualizei o link, pode tentar baixar agora.
      Realmente, Cláudio Assis é um grande cineasta. Já tive o prazer de ver esses 3 filmes que você citou, inclusive 2 deles já passaram por aqui:

      Baixio, que entrou no Top 10 de abril:
      http://366filmesdeaz.blogspot.com.br/2013/04/top-10-abril.html

      E Febre do Rato, que foi meu primeiro filme desse ano e deu o pontapé inicial da nova temporada do blog:
      http://366filmesdeaz.blogspot.com.br/2013/01/1-febre-do-rato-idem-brasil-2011.html

      Valeu pela visita e comentário.
      um abraço
      Az

      Excluir