sábado, 17 de novembro de 2012

291 - Era uma vez na América (Once upon a time in America) – EUA (1984)



Direção: Sergio Leone
Roteiro: Harry Grey; Leonardo Benvenuti; Piero De Bernardi; Enrico Medioli; Franco Arcalli; Franco Ferrini; Sergio Leone
Obra-prima de Leone que percorre três décadas da vida de dois amigos de infância. Em 1920, ainda moleques, dois amigos judeus cometem pequenos delitos pelas ruas. Já crescidos eles acabam ingressando na poderosa máfia dos Estados Unidos.

Fico muito feliz por saber da existência de filmes sobre a máfia, que não ficam atrás do Poderoso Chefão.
Da mesma forma que no clássico de Coppola, o contexto de criminalidade é tão importante quanto a relação familiar, em Era uma vez na América o relacionamento entre um grupo de amigos é até mais relevante que a própria história da máfia.
Mas não é só o conteúdo que faz esses dois filmes geniais. A forma é um diferencial.
Leone é soberbo nos seus planos e movimentos de câmera; na sua passagem de tempo, que faz faróis de um caminhão de lixo dos anos 60, se tornarem automóveis na década de 30; nas “esquetes” maliciosas, como a troca da identificação dos bebês e no strip-tease para “reconhecimento fálico”; na trilha sonora fantástica, produzida pelo igualmente fantástico Ennio Morricone; e no ópio, que deixa o espectador doidão e confuso, enquanto Robert De Niro, chapado, dá risada das nossas caras e de tudo o que acabou de acontecer – ou de que estaria para acontecer.
O filme possui algumas falhas, é verdade. Devido à sua montagem ser muito extensa, o corte final gerou alguns personagens que entram e saem sem um devido contexto, como é o caso da personagem que namora David.
No entanto, Era uma vez na América reúne todas as qualidades que um clássico necessita ter. E, ainda de quebra, apresenta uma narrativa com múltiplas hipóteses e interpretações, deixando sempre um pouco de dúvida nas mais óbvias certezas.
Para o espectador, nem é preciso se saciar de ópio para viajar e se deleitar de prazer com essa obra-prima de Sergio Leone.


Minha nota: 9,3
IMDB:  8,4
ePipoca: 9,9


Download:

6 comentários:

  1. Outro filmaço de Leone, foram poucos filmes oficiais, mas todos clássicos.

    Pena que este tenha sido seu último trabalho.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Um dos meus favoritos do Leone sem dúvida..

    ResponderExcluir
  3. hãun, esse link nao tá funcionando, se puder reve-lo..
    e bom que com o ano terminado nao o tenha também o blog.. valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Heitor... é esse rapidshare que tá com limite diário. De qualquer forma postei outro link, do zippyshare, espero que funcione.
      abraço

      Excluir
  4. Autenticamente uma obra mestra deste grande poeta cinematográfico, diria que foi dos grandes momentos bem sentados numa cadeira de cinema, à espera que nunca acabasse. Este é dos tais filmes que faz e provoca-nos a paixão e o bichinho pela 7ª arte. Bem hajam por postar esta obra monumental do cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. assino embaixo! é um dos meus filmes preferidos! genial!

      Excluir