quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

331 - A criada (La Nana) – Chile (2009)



Direção: Sebastián Silva
Roteiro: Sebastián Silva; Pedro Peirano
Um retrato de hierarquia social latina na luta de uma mulher que faz uma jornada para se ver livre da servidão. Este é o pano de fundo na história da empregada doméstica Raquel, que após 20 anos trabalhando para uma rica família chilena consegue descobrir a si mesma.

A Criada é um grande exemplo de que a fórmula “sensibilidade do diretor” + “excelentes atuações” são capazes de superar limitações técnicas e baixo orçamento.
A sensibilidade do diretor consiste em fazer com que as coisas aconteçam na hora mais propícia de se acontecer, evitando uma narrativa arrastada, superficial ou com desníveis. É muito difícil passar o filme inteiro praticamente na mesma locação e com poucos personagens. A chance do bolo desandar é alta. E um diretor que tem a sensibilidade de manter o nível de forma regular e precisa, merece elogios.
Já a qualidade dos atores é um diferencial do filme. Todos são muito bons, das crianças aos adultos. E, principalmente, a protagonista interpretada pela atriz Catalina Saavedra. A importância dessas atuações é fundamental, sobretudo por ter conseguido naturalizar personagens que tendem ao caricatural.
Esses dois elementos permitiram a realização de uma obra com um forte primor psicológico, alcançado de uma forma bastante particular.
Um excelente filme, que coloca o espectador na pele de cada um dos personagens. Que o faz rir, ser complacente, amar e odiar.


Minha nota: 8,2
IMDB:  7,3
ePipoca: 3,5

Sugestão: Play

Download:

Nenhum comentário:

Postar um comentário