quarta-feira, 31 de outubro de 2012

270 - Que morram os feios (Que se mueran los feos) – Espanha (2010)



Direção: Nacho Velilla
Roteiro: Nacho Velilla; Antonio Sánchez; David Olivas; Oriol Capel
Eliseo é feio, coxo, e solteiro. Não encontrou a mulher da sua vida e não conhece o amor. Nati é feia, falta-lhe um seio e é separada. Ela encontrou o homem de sua vida, mas, apesar disso, não conhece o verdadeiro amor. Eliseo pensa que o pior de sua vida está chegando. Nati acha que o melhor de sua vida está chegando.

Uma história não mais que divertida e com uma ótima trilha sonora.

Dizem que só os feios dão risada desse filme. É o que dizem...




Minha Nota: 7,2
IMDB: 5,6
ePipoca: -


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

269 - A viagem dos comediantes (O Thiasos) – Grécia (1975)



Direção: Theodoros Angelopoulos
Roteiro: Theodoros Angelopoulos
A história se passa na Grécia, entre os anos de 1936 e 1952, quando a ditadura fascista, a repressão e a guerra comandavam a vida das pessoas. Através de uma companhia de atores viajantes, acompanhamos toda tragédia desse turbulento período da História.

Nesse filme, Theo Angelopoulos consegue elevar ao máximo o potencial da imagem, como linguagem primordial no seu cinema. As palavras são importantes, tanto que há retóricas e discursos em que o próprio personagem fala diretamente para a câmera. No entanto, é no poder da imagem que o diretor expressa toda a sua sensibilidade e simbolismo.

Sua câmera é contemplativa e respeita a duração das ações. Da mesma forma que uma palavra não pode ser interrompida antes que termine a frase, Angelopoulos também aguarda que uma seqüência dure até o seu final. É, dessa forma, que a cena aguarda, pacientemente, um homem despir-se, ou o comício passar pela rua; sem cortes, sem interrupção da imagem. É, por isso, também, que o filme possui quase quatro horas de duração.

A Viagem dos Comediantes é uma obra-prima que retrata a Grécia durante a II Guerra Mundial, uma década antes e alguns anos depois. É uma representação histórica que livro nenhum alcança. E é, sobretudo, um exemplo de como o poder das imagens é intrinsecamente ligada à própria arte de se fazer cinema.


Minha Nota: 7,9
IMDB: 7,8
ePipoca: -


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

terça-feira, 30 de outubro de 2012

268 - Genealogias de um crime (Genealogies d´un Crime) – França (1996)



Direção: Raoul Ruiz
Roteiro: Raoul Ruiz; Pascal Bonitzer
Baseado em uma história real, o filme retrata uma investigação criminal sob uma perspectiva psicanalítica.

Quem espera ver um tradicional suspense investigativo, com detetives, crimes e lógica, vai quebrar a cara.
Genealogias de um crime está mais para a psicanálise do que para as páginas policiais.
O filme é bastante intrigante. Às vezes a loucura exagera, mas, no geral, desperta a curiosidade do espectador. Vale à pensa assistir, sobretudo os estudantes de Psicologia!


Minha Nota: 7,3
IMDB: 6,6
ePipoca: -

Sugestão: Donnie Darko

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

267 - Farrapo humano (The lost weekend) – Estados Unidos (1945)


Direção: Billy Wilder
Roteiro: Billy Wilder; Charles Jackson; Charles Brackett
Milland ganhou o Oscar de melhor ator por seu personagem alcoólatra que vive o drama da solidão em apenas uma fim de semana, vagando pelas ruas à procura de garrafas e mais garrafas de bebida.

Muito do que é visto hoje nas novelas que representam personagens alcoólatras, já tinha sido feito por Billy Wilder em Farrapo Humano.
O drama que atinge o indivíduo doente e aqueles que o cercam, somado às situações absurdas que refletem o desespero do personagem, fazem do filme uma das melhores representações desse tema: o alcoolismo.
Mais uma vez os tradutores brasileiros abusaram. Apesar de o título nacional ser interessante, na versão original o filme se chama “The Lost Weekend”, algo como “O fim de semana perdido”. A razão do título é que a história se passa, basicamente, em um fim de semana no qual o personagem perde a viagem que faria com o irmão e fica sozinho em casa. Sem dinheiro, aos poucos as suas garrafas de bebida vão se acabando até esgotar. É quando o personagem entra em uma crise de abstinência e, sem controle, vai até o fundo do poço.
Farrapo Humano é um grande filme do passado, sobre um drama de todas as épocas.


Minha Nota: 7,6
IMDB: 8,1
ePipoca: 6,5


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

266 - A sorte está lançada (La suerte está hechada) – Argentina (2005)



Direção: Sebastián Borensztein
Roteiro: Sebastián Borensztein
A comédia é contada a partir da história de dois irmãos muito diferentes. Fala da sorte, do destino, dos afetos, dos encontros e dos desencontros por essa vida.

Um filme para todos os “mufas”.
A sorte está lançada é uma comédia ideal para os indivíduos carentes de sorte, em que tudo na vida dá errado e que sempre se dão mal. Para quem perdeu a namorada, está desempregado, foi assaltado, não sabe dançar ou não consegue nem se matar sozinho.
Longe de ser espetacular, o filme apenas distrai um pouco.


Minha Nota: 6,6
IMDB: 6,0
ePipoca: -

Sugestão: Nove rainhas

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

265 - O fugitivo (I am a fugitive from a Chaing Gang) – Estados Unidos (1932)



Direção: Mervyn LeRoy
Roteiro: Robert Burns; Howard Green; Brown Holmes; Sheridan Gibney
Allen é preso por engano e condenado injustamente a dez anos de cadeia, numa prisão na Geórgia. Lá, é perseguido por gangues e castigado cruelmente por guardas sádicos. Com a ajuda de outro prisioneiro, escapa e parte determinado em busca do sonho de se tornar um engenheiro.

Grande drama policial da década de 1930. Nele, a “jornada do herói” é percorrida por um homem preso injustamente e enviado para uma prisão de trabalhos forçados.
A história, portanto, gira em torno do personagem Allen e o seu drama no presídio. A reviravolta ocorre quando ele consegue fugir e tenta retomar a sua vida.
A narrativa pode não ser original para os dias de hoje, mas na época chamou atenção por abordar as precárias condições de vida na prisão e a (in)eficácia do sistema judiciário dos Estados Unidos.
O Fugitivo também possui um final clássico, lembrado por muitos críticos e amantes desse estilo de cinema. 


Minha Nota: 7,4
IMDB: 8,1
ePipoca: 3,5


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

sábado, 27 de outubro de 2012

264 - O senhor Lazhar (Monsieur Lazhar) – Canadá (2011)



Direção: Philippe Falardeau
Roteiro: Philippe Falardeau
Bachir Lazhar, um imigrante argelino que vive em Montreal, é contratado para substituir uma professora de escola primária que morreu tragicamente. Mas enquanto os alunos mergulham num longo processo de cicatrização pela perda da antiga mestra, ninguém suspeita ou ao menos se dá conta do sofrimento do próprio Bachir, que vive sob o risco de ser deportado a qualquer instante.

Por ter sido bastante aclamado, eu fui ver o filme com uma expectativa muito alta. Confesso que me decepcionei um pouco.
Monsieur Lazhar é bastante delicado e traz uma abordagem bastante sensível sobre a morte e as suas diversas perspectivas, sobretudo a partir do olhar das crianças. Também é cuidadoso na relação que se dá entre o professor e os alunos, ou entre o colegiado da escola.
Em alguns momentos ele foge de determinados clichês, em outros não se desenvolve da melhor forma que poderia fazer.
Achei, portanto, um filme bom, mas longe de ser excepcional.


Minha nota: 7,0
IMDB:  7,6
ePipoca: 5,0


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

263 - Notícias de uma guerra particular (idem) – Brasil (1999)



Direção: João Moreira Salles; Kátia Lund
Roteiro: João Moreira Salles; Kátia Lund
Flagrantes do cotidiano de lados diversos da luta da polícia carioca contra o tráfico de drogas, dando a palavra aos policiais, os traficantes e os habitantes da favela que estão no meio dessa verdadeira guerra.


Um dos melhores documentários da filmografia nacional!

Notícias de uma guerra particular traz depoimentos de jovens e crianças presas, ligadas ao tráfico, além de traficantes e moradores do morro de Santa Tereza, e policiais. O filme faz um passeio pelo Comando Vermelho, indústria bélica e tráfico de drogas, para representar a guerra vivenciada por traficantes e policiais. Nessa batalha, o conceito de “herói” e “vilão” se alterna.

Algumas imagens são inacreditáveis – como as dos traficantes saindo da janela, sob o policial – e a maioria dos depoimentos é de deixar qualquer um pasmo, como a do delegado de polícia que fala com naturalidade sobre o papel da polícia, que existe para defender os interesses da elite; ou quando afirma que a sociedade não está preparada para uma polícia não-corrupta. Não é nem pelo conteúdo em si, que, bem ou mal, todo mundo já supõe ou até sabe. Mas, pela naturalidade com que as pessoas debatem, despertando o aspecto psicológico e sociológico que superam qualquer análise acadêmica de determinado especialista. São depoimentos de quem tá lá dentro, no front.

Tenho três imagens do morro de Santa Marta, no Rio. A primeira é a de 1987, quando Eduardo Coutinho subiu a favela para rodar Santa Marta – Duas Semanas no Morro. A segunda, em 2012, quando eu tive a oportunidade de visitar o morro, em um sábado à noite, circulando pelos seus becos, vielas e escadarias, e tomando uma cervejinha defronte a uma UPP. A terceira representação foi ao assistir Notícias. Algumas imagens se repetem nas três situações: na minha lembrança e nos dois filmes. Juntos, recriam uma Santa Marta especial. A favela simples, com moradores banais e ao mesmo tempo peculiares; a favela explodindo em uma guerra particular, nos anos 90; e uma favela vivendo uma nova fase, ainda experimental, a partir da instalação da UPP nos últimos anos.

Notícias de uma guerra particular deveria ser visto por todos. Até porque, a guerra particular ainda não acabou e nem se sabe quando acabará – se acabará. E não só em Santa Marta, mas em todo o Brasil.


Minha Nota: 8,5
IMDB: 7,9
ePipoca: -


Download:
Torrent
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

262 - O inquilino (Le Locataire) – França (1976)



Direção: Roman Polanksi
Roteiro: Roman Polanksi; Gérard Brach; Roland Topor
Um homem tímido e discreto aluga apartamento em Paris, onde antes o inquilino havia cometido suicídio. Ao saber dos detalhes da história, eles passa a suspeitar que tanto os vizinhos quanto o dono do imóvel estão sutilmente tentando transformá-lo no que era o falecido inquilino. Portanto, crê verdadeiramente que também poderá se matar.

O Inquilino começa recheado de senso humor, o que contradiz a proposta de suspense. No entanto, é dessa forma, sorrateira, que Polanski vai conduzindo o espectador que, de repente, já está se arrepiando em algumas cenas, sem sequer se dar conta.
O diretor faz um suspense malicioso. Sem grandes sustos ou histórias com muitas voltas. A linearidade do protagonista é verossímil, e suas confusões são progressivas, tornando o suspense crescente. O espectador vai ficando intrigado na mesma proporção que o personagem vai ficando confuso.
O Inquilino tem um estilo parecido com O Bebê de Rosemary, também de Polanski. É um bom e curioso filme.


Minha Nota: 7,7
IMDB: 7,7
ePipoca: 7,5

Sugestão: Psicose

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

terça-feira, 23 de outubro de 2012

261 - O ilusionista (De Illusionist) – Holanda (1984)



Direção: Jos Stelling
Roteiro: Freek de Jonge; Jos Stelling
Esse drama, com toques de humor, narra a vida de dois irmãos, que vivem em uma região pacata da Holanda. Um deles sonha com as luzes da ribalta e com a possibilidade de ser um 'show-man'. O outro, deficiente mental, se satisfaz com sua rotinha tranqüila, cômoda, onde possa ser apenas o que é. Sem diálogos, o roteiro exprime com brilhantismo o mundo desses dois irmãos, marcado pelos sussuros, grunhidos e lamentações.

O Ilusionista é, sobretudo, original. Conta a história de uma família circense, arrastada pela amargura da vida e a histeria dos espetáculos. E faz tudo isso sem diálogos, apenas com gritos, gestos e grunhidos.
Os personagens desenvolvem uma interpretação que em alguns momentos se aproxima do clown. De fato, esse filme poder servir de aula para atores, de como estimular a sensibilidade e tornar-se capaz de comunicar apenas com os movimentos de face e corpo.
Pode até ser um pouco cansativo, mas o diretor consegue dar o seu recado a partir de uma estética que traduz imagens em história, gestos em palavras, ações em sentimentos. E a relação dos dois irmãos é, indiscutivelmente, belíssima e comovente.


Minha Nota: 7,3
IMDB: 6,8
ePipoca: 8,0

Sugestão: O Jardim

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

260 - O último imperador (The last emperor) – China (1987)



Direção: Bernardo Bertolucci
Roteiro: Bernardo Bertolucci; Mark Peploe; Henry Pu-yi
A saga de Pu Yi, alçado ao posto de imperador da China com apenas três anos de idade. Yi passou boa parte da vida enclausurado na Cidade Proibida. Até que o governo revolucionário o depusesse, forçando um jovem de 24 anos a conhecer uma outra realidade.

Um filme belíssimo, que traz uma brilhante representação da história de vida do imperador Pu Yi, que se confunde com a própria história política da China, na primeira metade do século XX.

É uma aula de história e de arte ao mesmo tempo.




Minha Nota: 7,0
IMDB: 7,8
ePipoca: 9,5


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

259 - O profeta (Um prophète) – França (2009)



Direção: Jacques Audiard
Roteiro: Jacques Audiard; Thomas Bidegain; Abdel Raouf Dafri; Nicolas Peufaillit
Condenado a seis anos de prisão, Malik tem 19 anos de idade e não sabe ler nem escrever. Ao chegar ao cárcere, é coagido pelo líder do bando que domina a prisão, e se vê obrigado a cumprir uma série de "serviços" para assim ganhar força e conquistar a confiança de todos. Mas o rapaz é mais valente do que parece, aprende rápido suas tarefas e logo se atreve a elaborar seus próprios planos e métodos.

O filme mais parece ter saído de algum desses seriados estadunidenses, tipo Prison Break, ou coisa parecida. Aliás, se seguisse o formato de seriado, poderia ser um grande sucesso na TV.
Mas, como filme, lhe falta ritmo.
A história trata de um personagem que vai parar num presídio e, durante os anos preso, vai crescendo dentro da cadeia e se envolvendo com diversos tipos de grupos que comandam a quebrada.
O problema principal é que não há problema. O roteiro segue uma linearidade que incomoda. Quando você pensa “pô, e aí, não vai acontecer nada de novo?”, aí seria o momento do filme surpreender o espectador com um ponto de virada que provocasse algum conflito no personagem. Mas, isso não ocorre.
De qualquer forma, o O Profeta tem suas virtudes. A primeira metade é bastante interessante. Além do que, alguns detalhes dão um toque a mais de originalidade, fazendo com que o filme vá além da simplicidade e alcance alguns elementos bem autorais.


Minha nota: 7,3
IMDB:  8,0
ePipoca: 8,3


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

domingo, 21 de outubro de 2012

258 - O substituto (The Stunt Man) – Estados Unidos (1980)



Direção: Richard Rush
Roteiro: Richard Rush; Lawrence Marcus; Paul Brodeur
Cameron (Steve Railsback) é um bandido que está fugindo da polícia e, para se esconder, invade um set de filmagem e se disfarça como dublê. Para sua sorte, ele será ajudado pelo diretor do filme (Peter O'Toole), que o auxilia num plano para forjar a própria morte.

O Substituto tem uma pegada um pouco Woody Allen. Talvez, pela metalinguagem e pela música instrumental que compõe a trilha, sendo irônica em algumas cenas.
Mas, algumas seqüências soam underground demais, ficando um pouco toscas. Não sei se é culpa dos atores, do texto ou da produção. Mas, quando o filme tá bom acontece algo que o torna meio assim, mais ou menos.


Minha Nota: 6,4
IMDB: 7,2
ePipoca: 1,4


Download:

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

257 - Short Cuts – cenas da vida (Short Cuts) – Estados Unidos (1993)



Direção: Robert Altman
Roteiro: Robert Altman; Raymond Carver; Frank Barhydt
Um painel de Los Angeles a partir do atropelamento de uma criança, filha de apresentador de TV, por uma garçonete. Casais que não se entendem, pais e filhos que não se comunicam e amantes que não conseguem se integrar fazem parte da narrativa costurada a partir de oito contos de Raymond Carver.

Como o título bem diz, o filme trata de recortes de vida.
A vida de qualquer um.
A vida do vizinho, do cara da TV, da moça ali da esquina.
Das nossas vidas.
Short Cuts é uma espécie de Magnólia. Com muitos personagens e muitas fatias de vida de personagens fatiados. Sem o brilhantismo de P.T. Anderson, mas com o talento de Robert Altman. Sem chuva de sapos, mas com terremoto.
É, também, uma espécie de 21 Gramas. Com infelizes coincidências e dramas pessoais. Com a certeza de que tudo pode estar por um segundo e que o imprevisível está aí, para mudar as nossas vidas.
É, finalmente, como um documentário. Com personagens que de tão naturais parecem reais. Com cotidianos que, de tão banais, parecem existir.


Minha Nota: 8,0
IMDB: 7,7
ePipoca: 7,2


Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

256 - Whisky (Whisky) – Uruguai (2004)


Direção: Juan Pablo Rebella; Pablo Stoll
Roteiro: Juan Pablo Rebella; Pablo Stoll; Gonzalo Delgado
Jacobo é um homem solitário que dedica sua vida ao pequeno negócio na fabricação de meias. Marta é a gerente da fábrica. Quando Herman, irmão de Jacob que não o visita há 20 anos, diz que irá aparecer, o homem propõe a Marta que finja ser sua esposa durante a visita do irmão.

Eu não sei se foi a monotonia do filme ou o tédio do meu sábado à noite que me fez dormir.

De qualquer forma, o ritmo arrastado é até certo ponto necessário para compor a psicologia dos personagens, que igualmente vão se arrastando pela vida.

De quebra, o filme ainda dá uma breve passeada pelas calles uruguayas, despertando saudades em quem já caminhou pelas ruas de Montevideo.

Whisky vale à pena para quem curte cinema latino-americano ou para quem, ultimamente, só tem sorrido na hora de tirar foto.
...


Referências ao Brasil:
Pelo fato de um dos protagonistas vir de Porto Alegre, há muitas referências ao Brasil.

Ao dar dois beijos, em vez de um, Herman se justifica: “Cumprimento à brasileira”.
Em outro momento há um diálogo:
- E você, Marta, conhece o Brasil?
- As cataratas (do Iguaçu). Fomos lá na lua-de-mel.
- Que beleza! Depois quero ver as fotos.
- A beleza das cataratas só se conhece estando lá.

Outro diálogo:
- E sabe onde foi isso? No restaurante do Tony Ramos.
- Tony Ramos?
- Ele tem um restaurante lá perto de casa. De vez em quando, aparece lá. Minhas filhas fazem um escândalo – “Ai, Tony Ramos”!
- Você conhece o Tony Ramos?
- Não somos íntimos, mas já conversamos. É um cara legal, o Tony.
- São tão boas as novelas brasileiras, os cenários, os atores, não é?
- Não sei, não vemos novelas lá em casa. Mas, é muito investimento, disso não há dúvida.

E, por fim:
- Se eu pudesse viajar, iria para o Brasil. O Brasil é um país encantador. Eu viajo muito, quase nunca paro lá.


Minha Nota: 6,9
IMDB: 7,1
ePipoca: 5,1

Sugestão: Mau dia para pescar

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

255 - Três homens em conflito (Il buono, Il brutto, Il cattivo) – Itália (1966)



Direção: Sergio Leone
Roteiro: Sergio Leone; Luciano Vincenzoni
Três aventureiros (o bom, o mau e o feio) tentam pôr as mãos numa bolada de dólares, durante a Guerra Civil Americana. Último filme da trilogia de westerns do diretor italiano.

Simplesmente o melhor western que eu já vi.



Minha Nota: 8,6
IMDB: 9,0
ePipoca: 9,7


Download:

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

254 - Garapa (Garapa) – Brasil (2008)



Direção: José Padilha
Roteiro: José Padilha
O diretor de "Tropa de Elite", José Padilha, volta à origens do documentário (é dele "Ônibus 174") e retrata aqui a questão da fome no Brasil, partindo do ponto de vista das suas vítimas.

Apesar de não valer muito como um estudo sociológico, uma vez que se restringe a filmar a situação de três ou quatro famílias, Garapa traz elementos que podem ser associados à sociedade, em geral, uma vez que o Brasil ainda possui um batalhão de cerca de 13 milhões de famintos. Se somado aos mal-nutridos, esse número pode triplicar.
Certamente que cada fome tem a sua cara. Garapa nos mostra quatro delas, a partir dessas famílias. A situação é apresentada sem o devido contexto, o que minimiza a análise sociológica e prioriza a intimidade das famílias, sob uma perspectiva mais antropológica.
De qualquer forma, o filme confirma aquilo que já se deduz: não só sua vulnerabilidade provocada pela falta do que comer é que causa a fome, mas também a ignorância em que muitos indivíduos são submetidos.
De acordo com a ONU, o Brasil reduziu de 23 milhões (1990/92) de famintos para 13 milhões (2010/12). A quantidade de subnutridos também teve uma boa redução, o que fez com que o Brasil cumprisse o primeiro Objetivo de Desenvolvimento do Milênio, elaborado pela ONU. No entanto, o que esses números não traduzem é que a fome é inaceitável em um País e planeta cujo potencial de produção é imensurável.
Um extra-terrestre ficaria sem entender como pode um planeta produzir tanto e ainda assim ter tantos famintos.


Minha Nota: 7,5
IMDB: 7,3
ePipoca: 3,7

Sugestão: Boca de Lixo

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

253 - Porky´s (Porky´s) – Canadá (1982)



Porky´s (Porky´s) – Canadá (1982)
Direção: Bob Clark
Roteiro: Bob Clark
Seis estudantes tentam se divertir no Porky's, um famoso night club de strip-tease. A arruaça é tanta que eles são expulsos do local. Mas, imediatamente planejam sabotar o estabelecimento. Comédia escrachada e sexista sobre um grupo de adolescente na década de 1950. Produzido no Canadá, esse foi o filme mais rentável do país em 24 anos. Por causa dos diálogos, com muitos palavrões, o filme chegou a ser banido em vários territórios, sendo exibido apenas depois de apelações judiciais.

Porky´s é uma espécie de pai do American Pie.
O filme lançado no comecinho da década de 80 traz as mesmas questões presentes na famosa séria hollywoodiana: jovens com os hormônios à flor da pele, passando por diversas situações a fim de alcançar a sagrada meta de perder a virgindade.
O filme não é hilário, mas diverte. Se não fosse pelas cenas de nudez, teria tudo para se tornar um clássico da Sessão da Tarde.


Minha Nota: 6,7
IMDB: 6,0
ePipoca: 6,9

Sugestão: Fandango

Download:
Torrent + Legenda
* Link removido pelo blogger - disponível via email 366filmesdeaz@gmail.com

terça-feira, 16 de outubro de 2012

252 - O Aviador (The Aviator) –Estados Unidos (2004)



Direção: Martin Scorsese
Roteiro: John Logan
Cinebiografia do legendário diretor de cinema Howard Hughes, cobrindo sua carreira entre os anos 1920 e 1940, movida não apenas pelos filmes, mas também por uma se suas maiores paixões: a aviação.

Mais uma grande obra de Scorsese, que consegue reunir diversos elementos da vida e intimidade do aviador e bilionário Howard Hughes.
A história de vida de Hughes já é digna de um filme.
A direção de Scorsese e a interpretação de Di Caprio abrilhantam ainda mais a história.
E, de quebra, o roteiro ainda nos permite trafegar um pouco no universo político e econômico que instala máfias, corrompe a política e se beneficia de guerras.


Minha Nota: 7,8
IMDB: 7,5
ePipoca: 8,4

Sugestão: Touro Indomável

Download:

251 - Honduras: semente da liberdade (Honduras: semilla de libertad) – Honduras (2009)



Direção: Claudia Jardim
Roteiro: Claudia Jardim
Esse documentário mostra Honduras e a reação popular durante os dias em que o presidente Zelaya sofreu um Golpe de Estado promovido por militares.

O roteiro da história é totalmente clichê. Ou seja, não há nada que já não tenhamos visto no passado, no presente e que estamos arriscados a ver no futuro.
A sinopse da narrativa é basicamente: um presidente, democraticamente eleito, ao ser apoiado pelos movimentos sociais e populares desenvolve ações que o beneficiam e, conseqüentemente, gera desconforto nas elites do país. Ameaçados, a pequena parcela de grandes empresários e detentores do capital iniciam um movimento de oposição ao governo eleito. Logo, se articulam com a elite política que, aliada aos comandantes gerais das Forças Armadas, executam um golpe de Estado, conquistando a presidência através da força. Tudo isso, é claro, com o aval do poder midiático e da diplomacia dos Estados Unidos, cujos interesses estão em jogo e, conseqüentemente, em risco. Daí em diante, o roteiro segue o seu clichê: reação popular, repressão militar, cassação de direitos, cerceamento da liberdade de imprensa, violação dos direitos humanos e muito sangue.
Honduras: uma semente de liberdade retrata, de forma parcial, os dias que se sucederam após o golpe militar no país hondurenho, que derrubou o presidente Zelaya.
Mesmo com a reação popular, a população não resistiu à violência dos militares e, aos poucos, foi cedendo. O próprio Zelaya não resistiu à sua derrota.
Os golpistas venceram e Honduras voltou ao “normal”.
Resta saber se ainda veremos esse filme se repetindo outras vezes na América Latina.
...
Referências ao Brasil:
Em um trecho, Zelaya fala no telefone “Estou na embaixada do Brasil (em Honduras). O presidente Lula me abriu as portas, assim como o chanceler Amorim. E isto nos serviu para poder chamar para um diálogo, aqui da embaixada do Brasil”.
Em outro trecho, o então presidente brasileiro Lula aparece falando: “Em primeiro lugar, o governo brasileiro não aceita ultimato de golpistas. Tampouco reconheço como governo interino. Golpista. A palavra correta é “usurpadores de poder”. Essa é a palavra correta. E o governo brasileiro não negocia com eles”.


Minha Nota: 6,9
IMDB: -
ePipoca: -

Sugestão: Memória do saqueio

Download: