Postagem em destaque

Colabore com o 366filmesdeaz

O 366filmesdeaz está pedindo a colaboração de vocês para dar seguimento ao blog. Como vocês devem ter percebido, nos últimos tempos tem f...

terça-feira, 9 de abril de 2013

32 - A paixão de Joana D´Arc (La passion de Jeanne D´Arc) – França (1928)



Direção: Carl Theodor Dreyer
O roteiro é baseado nos documentos históricos do julgamento de Joana e reconhecido mundialmente como um marco na história do cinema.

França, século XV. Uma crise social afetava os franceses, fazendo crescer os olhos dos vizinhos ingleses. Em 1337 uma disputa entre esses dois países se iniciou, a famosa “Guerra dos 100 anos”.
Em 1429, a jovem Joana D´Arc parte para o Castelo de Chinon e é recebida pelo rei francês Carlos VII. Ao convencê-lo de que Deus a elegeu para libertar a França, Joana sai de lá como a comandante geral do exército francês. Em sua empreitada, seguiu para o norte, onde conseguiu expulsar os britânicos daquelas terras.
No entanto, um ano depois de assumir as tropas, Joana foi traída por nobres franceses, que a entregaram para os ingleses. Lá, ela morreu queimada sob a acusação de bruxaria. Ironicamente, a mesma religiosidade usada para assumir o exército foi usada contra ela para legitimar o seu assassinato. Realmente, não era fácil ser mulher naquela época!
De nada disso A paixão de Joana D´Arc fala. O filme de Carl Theodor Dreyer se apega aos momentos finais da heroína, seu julgamento, sua condenação e, sobretudo, sua resistência em não negar a fé de ter sido escolhida por Deus para ajudar os franceses na guerra.
O filme é um clássico, muito idolatrado. Além do primor técnico há uma áurea que envolve a sua realização. Feito em 1927, a obra foi censurada antes de sua estréia e os originais queimados. Foi quando em 1981 uma cópia foi descoberta num armário de uma instituição mental na Noruega. Restaurado em 1985, o filme pôde ser finalmente exibido.
Fontes: Brasil Escola e créditos iniciais do filme


Download:
Torrent c/ legenda embutida

Nenhum comentário:

Postar um comentário