quarta-feira, 9 de julho de 2014

68 – Glória feita de sangue (Paths of glory) – Inglaterra (1957)


Direção: Stanley Kubrick
Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Mireau (George Meeker), um general francês, ordena um ataque suicida e como nem todos os seus soldados puderam se lançar ao ataque ele exige que sua artilharia ataque as próprias trincheiras. Mas não é obedecido neste pedido absurdo, então resolve pedir o julgamento e a execução de todo o regimento por se comportar covardemente no campo de batalha e assim justificar o fracasso de sua estratégia militar. Depois concorda que sejam cem soldados e finalmente é decido que três soldados serão escolhidos para servirem de exemplo, mas o coronel Dax (Kirk Douglas) não concorda e decide interceder de todas as formas para tentar suspender esta insana decisão.


Um filme de guerra com quase nenhum confronto. Na tela de Kubrick estão lá os objetos principais da narrativa: os seres humanos. O que eles são capazes de fazer? Ou, até onde são capazes? Ou, até onde, de fato, são.

Obra clássico do diretor. Mesmo nos filmes de guerras, o existencialismo humano é mais importante que bombas e explosões.


Download:

Um comentário:

  1. Esse filme é ótimo. Adoreei o blog
    Parabéns, conheço a um tempo mas acho que nunca comentei aqui
    :***

    ResponderExcluir